Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt
.artigos recentes

. Verdadeiramente comovente

. O multiculturalismo falho...

. NATO, Kosovo e criminosos

. Feliz Ano Novo em Espanha

. Ainda o referendo na Suíç...

. Não é preciso embandeirar...

. A Elisa emprestada

. Obsessão americana

. Liberdade de expressão

. Pequena diferença

.arquivos

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

Terça-feira, 25 de Março de 2008
Laicismo só quando interessa
Quando interessa, até os socialistas não se importam de trazer a religião para a esfera pública:

A new Italian television advertisement, promoting the Socialist party, claims that "Jesus was the first socialist."

Bem, se calhar, até podiam dizer que os primeiros cristãos também foram os "primeiros comunistas". Ora, verifiquem os Actos dos Apóstolos 4, 32-37 (Nova Bíblia dos Capuchinhos):

A multidão dos que haviam abraçado a fé tinha um só coração e uma só alma. Ninguém chamava seu ao que lhe pertencia, mas entre eles tudo era comum. Com grande poder, os Apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e uma grande graça operava em todos eles.
Entre eles não havia ninguém necessitado, poist todos os que possuíam terras ou casas vendiam-nas, traziam o produto da venda e depositavam-no aos pés dos Apóstolos. Distribuía-se, então, a cada um conforme a necessidade que tivesse.
Assim, um levita cipriota, de nome José, a quem os Apóstolos chamaram Barnabé, isto é, «filho da consolação», possuía uma terra; vendeu-a e trouxe a importância, que depositou aos pés dos Apóstolos.

Mas, certamente que outras famílias políticas também encontrariam pontos nas Escrituras concordantes com alguma das suas posições em concreto.

Já agora, e não tendo eu visto o anúncio, gostava de saber qual a fundamentação para esta reivindicação.
publicado por Rui Oliveira às 23:58
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008
Pecado original
Ao que parece o serviço de prisões sueco (Kriminalvården) acredita que os filhos devem ser culpados pelos crimes dos seus pais. Só assim se compreende esta notícia, que nos informa que um guarda prisional perdeu o seu emprego porque o seu pai foi condenado por um crime de venda ilegal de bebidas alcoólicas.

O homem nem sequer vive com os pais, mas, enfim, segundo a sua entidade patronal, deve ser castigado pelo crime do pai.

A não ser que haja mais alguma coisa que não está explícita na notícia, e desconhecida de nós, esta situação parece-me de todo idiota. Tal como diz um sindicalista na notícia, parece que os serviços prisionais suecos decidiram restabelecer e aplicar a teoria do pecado original.
tags:
publicado por Rui Oliveira às 17:38
link do post | comentar | favorito
Domingo, 17 de Fevereiro de 2008
Kosovo
Hoje foi o dia da independência do Kosovo. Sendo certo que sou por princípio pela auto-determinação dos povos, tenho muito dúvidas quanto a esta "independência". Tudo neste processo está errado. A situação histórica é complexa, depois da intervenção da NATO de 1999, o retorno à Sérvia da província era, praticamente, impossível.

No entanto, penso que o Kosovo é um problema que os europeus vão pagar bem caro (pagar, mesmo no sentido real, pois a UE é quem vai pagar a factura). Os 8 anos de protectorado para nada serviram, não desenvolveram nada, a corrupção continuou, a limpeza étnica feita pelos kosovares albaneses foi sancionada pelos ocupantes, etc.

Enfim, um processo que começou mal, continua mal e, provavelmente, terá um final feliz...
tags:
publicado por Rui Oliveira às 23:59
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008
Os amigos da esquerda
Como todas as generalizações, esta também pode (é certamente) injusta. Nem toda a esquerda pensa assim. Mas, apesar de tudo, conheço muita gente de esquerda que confirma isto.

Começando assim, podem perguntar-me de que estou a falar e de que amigos se trata. Para responder, tenho, primeiro, que me referir a um facto ocorrido no Parlamento galego e a acção que o BNG (Bloque Nacionalista Galego) teve para impedir uma declaração institucional de condenação do nazimo e de memória pelas vítimas do Holocausto. Esta a ler um artigo de Pilar Rahola, El niño que huyó de Polonia, quando ela termina assim o artigo:
Este artículo sólo tenía vocación de tímido homenaje a las víctimas del holocausto, convencida de la culpa que todo europeo tiene en el horror que desembocó en Auschwitz. Pero el BNG me obliga a un pesado y antipático añadido. Fruto de la empanada mental que determinados grupos de extrema izquierda padecen, este partido impidió que el Parlamento Gallego aprobara una declaración institucional de condena del nazismo y en memoria de las víctimas. En coherencia con otros actos de corte antisemita - como la persecución a un militante, Pedro Gómez Valadés, porque había fundado una Asociación cultural de amistad con Israel-, el BNG consiguió lo imposible: alinearse con la extrema derecha. Será que los extremos se tocan. Y será que, en nombre de una pretendida solidaridad con los palestinos, hay partidos de izquierdas que desprecian el horror nazi, que no sienten ninguna piedad por las víctimas judías y que son los culpables de la banalización actual del holocausto. Más allá de las simpatías de cada cual con los protagonistas de un sangrante conflicto que dura décadas, el conflicot de Oriente Medio, los millones de europeos asesinados son víctimas puras, y su desprecio es una vergüenza lacerante. En fin. Un motivo más para creer que determinada izquierda llega a tal nivel de dogmatismo que acaba siendo cómplice de los sectores más reaccionarios de la historia. Lo dijo un diputado del BNG: "Nuestros amigos son Irán, Libia y Venezuela". Todo queda dicho.
De facto, não fica muito por dizer. E por este tipo de amizades, se vê o tipo de democratas que estes tipos são. Coitados dos galegos que os têm que aturar na Junta.
publicado por Rui Oliveira às 13:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008
Poor Albion
Os franceses cunharam a expressão "perfide Albion" para designar a Inglaterra. Isto, naturalmente, decorria da longa conflitualidade entre estas duas potências europeias. Mas, agora, parece-me que a Albion actual é mais digna de comiseração do que de desconfiança em relação às suas ambições no concerto das nações.

Vem isto a propósito das declarações absolutamente incríveis do Arcebispo da Cantuária, Rowan Williams, que preside, também, à Comunhão Anglicana, disse que a introdução de alguns elementos da Sharia na lei inglesa era inevitável.

Este tipo de tentações já não é nova (lembre-se o Canadá em 2003), mas, sinceramente, só a ideia é absolutamente estapafúrdia. A lei deve ser igual para todos e todos devem ser iguais perante a lei. Se já com uma única lei isto é difícil, quanto mais com uma justiça comunitarizada...
publicado por Rui Oliveira às 22:47
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008
Diz que é uma espécie de humanismo...
De vez em quando chegam-nos notícias que, apesar de não me espantarem, sempre me levam a pensar se está gente está si quando propõem coisas como esta contada pelo Telegraph:

Doctors are calling for NHS treatment to be withheld from patients who are too old or who lead unhealthy lives.

Smokers, heavy drinkers, the obese and the elderly should be barred from receiving some operations, according to doctors, with most saying the health service cannot afford to provide free care to everyone.

Estes senhores do serviço público de saúde britânico querem ter o poder de dizer quem pode ou não pode ser tratado. Começam agora por aqui, qualquer dia acabam na cor da pele, na religião ou no clube de futebol.

Só posso dizer, são doutores, mas são burros como o caraças!
tags:
publicado por Rui Oliveira às 23:38
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008
A caminho da insanidade...
Giorgio Israel, o matemático que saiu em defesa do Papa Bento XVI, tem uma curiosíssima entrada no seu blog em que conta a sua conversa com um colega universitário e a resposta do colega é perfeitamente eloquente (destaques a entrada):

A un collega - docente illustre, anziano e rispettato - ho detto che trovavo delirante che negli USA la Columbia University avesse invitato un delinquente patentato (negatore della Shoah, programmatore della distruzione di uno stato membro dell'ONU) come Ahmadinejad e in Italia l'università La Sapienza non riuscisse a invitare una persona rispettabile come Benedetto XVI. Sapete cosa ha risposto? Che Ahmadinejad non è pericoloso per gli Stati Uniti quanto lo è il Papa per l'Italia...

É de loucos, mas há para aí gente que, verdadeiramente, não vive no mundo real.
publicado por Rui Oliveira às 23:35
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008
O referendo
Diz-se, esta noite, que Sócrates vai propor a ratificação do Tratado de Lisboa por via parlamentar, recusando assim a hipótese do referendo.

Sinceramente, preferiria a ratificação pelo referendo. Não é que eu seja contra a União Europeia, mas, de facto, estou a ficar farto da gestão centralista, de fartote legislativo e normativo com origem em Bruxelas. Sou europeu porque nasci na Europa. Mas, a Europa não é o meu país e não acredito que alguma vez os habitantes dos estados-membros venham a sentir a União Europeia como algo que lhe dê a sua identidade. Assim sendo, há, para mim, limites à integração europeia, pelo que não sou favorável a que se transforme a União Europeia numa espécie de Estados Unidos da Europa. É lógico que não funcionaria...

Mas, parece-me que os burocratas europeus não o entendem assim...
publicado por Rui Oliveira às 23:42
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2007
O estado é uma pessoa de bem, dizem...
Mas, seja em Portugal ou noutro país qualquer, a realidade parece que insiste em desmentir isto. E, se lermos esta notícia do ABC, penso, que temos a certeza que o estado não é uma pessoa de bem.

Carmen Fernández, la mujer que debía ser indemnizada con 1,7 millones de euros por la retirada irregular de sus hijos Iván y Sara, ha fallecido como consecuencia del cáncer que sufría y que, según los jueces, se debía al "calvario" padecido para recuperar a los menores. La Junta de Andalucía le quitó los dos hijos a la mujer en 1996, cuando tenían 4 y 5 años, porque la madre era alcohólica, aunque se recuperó meses después, pero ya era tarde para recuperar a sus pequeños.

[...]

La mujer había ganado las diez sentencias dictadas hasta ahora sobre su caso, pero la indemnización de 1,7 millones de euros sigue paralizada en el Tribunal Constitucional, órgano que había prometido darle celeridad teniendo en cuenta las circunstancias del caso.

Parece-me que, lá como cá, o tempo da justiça não é o dos cidadãos.
publicado por Rui Oliveira às 18:48
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2007
Quadratura do círculo
Coloquei n'O Insurgente um artigo sobre o Kosovo chamado País inviável. Por sua vez o Miguel Madeira contrapôs um artigo chamado Kosovo, província sérvia viável?

O facto de pensar que o Kosovo ser, neste momento e nos próximos anos, um país inviável não quer dizer que ache mais viável o Kosovo como província sérvia. Penso que nunca mais se poderá voltar ao status quo de 1999 (que, de qualquer modo, estava longe de ser bom).

Sinceramente, penso que toda a gente meteu as mãos pelos pés neste assunto. É lógico que, nesta altura, já não há hipótese de uma boa solução.

Já não vale a pena falar sobre o que originou a guerra de 1999, mas, de qualquer modo, o comportamento da comunidade internacional nos últimos 8 anos foi, pura e simplesmente, lamentável (mas, isso, não foi só com o Kosovo). Só que estes 8 anos aprofundaram ainda mais (se é que era possível) a separação étnica no Kosovo. Pensar que se pode fazer um estado multiétnico no Kosovo é pura utopia, mas utopia da má, daquela que acaba em pesadelo (sobretudo para as minorias, que não são só sérvios).

É óbvio que os sérvios e albaneses do Kosovo não viverão em paz nas próximas dezenas de anos. Por isso,a independência do país, que me parece inevitável, será sempre uma piada de mau gosto, criando mais um estado falhado, dependente da comunidade internacional.

Quanto à solução para o assunto, é claro que não a tenho...
publicado por Rui Oliveira às 23:36
link do post | comentar | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. aborto

. ambiente

. anti-semitismo

. blogosfera

. blogs

. ciência

. comentário

. comunicação social

. cultura

. desporto

. diversos

. ecologia

. economia

. educação

. efeméride

. eleições

. ensino

. europa

. frança

. futebol

. futebol portugal

. história

. história de portugal

. idiotas úteis

. internacional

. israel

. justiça

. língua

. literatura

. literatura cultura

. liturgia

. livros

. multiculturalismo

. música

. poesia

. polémicas

. política

. politicamente correcto

. porto

. portugal

. religião

. terrorismo

. tradução

. tradução comentário

. união europeia

. todas as tags

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds