Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt
.artigos recentes

. Tempo novo, totalitarismo...

. Golpistas encartados

. Amadorismo

. A habitual arrogância dos...

. Ainda a cópia privada

. Boa notícia...

. Maldito solarengo

. Querida televisão...

. Desinformação ou ignorânc...

. Ratisbona, laicidade e la...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

Quinta-feira, 29 de Abril de 2004
O politicamente correcto é racista
Interessante o discurso de Trevor Phillips, principal responsável pela Comissão para a Igualdade Racial na Grã-Bretanha. Apesar de pertencer a um organismo cujo nome não augura nada de bom (eu preocupo-me com a igualdade entre as pessoas, independentemente das raças, do que com pressupostos comunitaristas), Phillips fez um discurso aos funcionários públicos em que disse que o politicamente correcto em relação às minorias é racista. Eis alguns passos:

The head of the Commission for Racial Equality launched an attack on liberal Britain yesterday, claiming "misguided" polices on ethnic minorities were inherently racist.

Trevor Phillips accused council leaders, health professionals, social workers and police chiefs of practising a culture of political correctness which he claimed led to the "benign neglect" of ethnic minorities.

Mr Phillips hit out at a number of targets, including Manchester City Council, which he said allowed Bangladeshi parents to take their children abroad during term time.

"The reason given is that these trips are part of their children learning about their heritage and culture," he said yesterday. "Rubbish. What better way to say to these children, 'We don't care where you are born - you are brown, you are still foreigners and we'll treat you as such?'"

He also claimed that the council was building a school in Bangladesh for its pupils.

Mr Phillips then criticised Clive Wolfendale, the Deputy Chief Constable of North Wales, for addressing a meeting of the Black Police Association (BPA) in a rap-style speech. "Presumably this was an attempt to get down with their supposed 'culture'. How wrong. How patronising," he said. Most members of the BPA were British-born, Mr Phillips said.

He also criticised social workers who failed to intervene in the case of Victoria Climbie, an eight-year-old girl from the Ivory Coast who died in 2000 after months of abuse and neglect by her great aunt and her great aunt's boyfriend. The inquiry into Victoria's death heard that social workers believed the girl's fear of her great aunt was part of her African culture, which emphasised respect for elders.

"There is no aspect of African culture that demands that we turn a blind eye to the degradation and murder of a human being," Mr Phillips said.


Exemplos edificantes sem dúvida.
publicado por Rui Oliveira às 15:00
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. aborto

. ambiente

. anti-semitismo

. blogosfera

. blogs

. ciência

. comentário

. comunicação social

. cultura

. desporto

. diversos

. ecologia

. economia

. educação

. efeméride

. eleições

. ensino

. europa

. frança

. futebol

. futebol portugal

. história

. história de portugal

. idiotas úteis

. internacional

. israel

. justiça

. língua

. literatura

. literatura cultura

. liturgia

. livros

. multiculturalismo

. música

. poesia

. polémicas

. política

. politicamente correcto

. porto

. portugal

. religião

. terrorismo

. tradução

. tradução comentário

. união europeia

. todas as tags

.links
blogs SAPO
.subscrever feeds