Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Super Flumina

Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt

Super Flumina

Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt

5.º DOMINGO DEPOIS DA PÁSCOA

Neste quinto Domingo depois da Páscoa segundo o Calendário Romano de 1960 (este domingo é o Domingo VI da Páscoa segundo o calendário pós-conciliar), a Igreja continua a cantar o Cristo Ressuscitado, preparando a partida do Senhor.

“Saí do Pai e vim ao mundo. Agora deixo o mundo e vou para o Pai”.

Nestas linhas está sintetizado o pensamento principal da Missa deste Domingo. Mas, ao mesmo tempo, nesta semana de Rogações ou de Ladainhas Menores, exorta os cristãos a unirem-se à sua oração. Diz Dom Pius Parsch, no seu livro “Guia do Ano Litúrgico”:

Esta semana é uma das mais ricas do ano em cerimónias litúrgicas. O bom cristão deve celebrar a Eucaristia cinco vezes. No Domingo, claro; os três dias seguintes são as Rogações, e a Festa da Ascensão é uma festa de preceito. Se quisermos resumir em duas palavras o que acontece na Igreja nesta semana, diremos: são as Rogações e é a Festa da Ascensão. Que relação há entre estas duas reflexões? No início, a relação entre as Rogações e a Festa da Ascensão não estava prevista; no entanto, ela é fácil de estabelecer. Cristo está pronto a partir para o céu. Antes da sua partida, queremos confiar-lhe as nossas necessidades e orações, para que as apresente ao seu Pai celeste na pátria eterna.

É por isso que este domingo é um dia de preparação para a partida do Senhor; é, ao mesmo tempo, um dia de oração. A Igreja quer inspirar-nos uma grande confiança na oração. Nos dias seguintes, confiamos ao Senhor todos os nossos pedidos e as nossas intenções para todo o ano.

Os textos em latim são extraídos do Missal Romano de 1962 e as traduções são minhas, com excepção da Epístola e do Evangelho que são dos textos em vigor na liturgia da Igreja Católica em Portugal.

Próprio do 5.º Domingo depois da Páscoa.

DOMINICA QUINTA
post Pascha
II classis

 

5.º DOMINGO
depois da Páscoa
2.ª Classe

Ant. ad Introitum
Isai 48, 20
Vocem iucunditátis annuntiáte, et audiátur, allelúia: annuntiáte usque ad extrémum terræ: liberávit Dóminus pópulum suum, allelúia, allelúia.
Ps 65, 1-2
Iubiláte Deo, omnis terra, psalmum dícite nómini eius: date glóriam laudi eius.
V. Glória Patri, et Fílio, et Spirítui Sancto.
R. Sicut erat in princípio, et nunc, et semper, et in sǽcula sæculórum. Amen.
Vocem iucunditátis annuntiáte, et audiátur, allelúia: annuntiáte usque ad extrémum terræ: liberávit Dóminus pópulum suum, allelúia, allelúia.

 

Intróito
Is 48, 20
Proclamai com gritos de alegria, e que isto seja ouvido, aleluia. Proclamai até às extremidades da terra: «O Senhor libertou o seu povo», aleluia, aleluia.
Salmo 65, 1-2
Aclamai a Deus, terra inteira, cantai cânticos ao seu nome, dai glória ao seu louvor.
V. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
R. Assim como era no princípio, agora e sempre, pelos séculos dos séculos. Amen.
Proclamai com gritos de alegria, e que isto seja ouvido, aleluia. Proclamai até às extremidades da terra: «O Senhor libertou o seu povo», aleluia, aleluia.

Oratio
Deus, a quo bona cuncta procédunt, largíre supplícibus tuis: ut cogitémus, te inspiránte, quæ recta sunt; et, te gubernánte, eadem faciámus.
Per Dóminum nostrum Iesum Christum, Fílium tuum: qui tecum vivit et regnat in unitáte Spíritus Sancti Deus, per ómnia sǽcula sæculórum.
R. Amen.

 

Colecta
Ó Deus, de quem procedem todos os bens, concede aos teus suplicantes que, por tua inspiração, meditemos no que é recto e que, por ti guiados, o pratiquemos.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, teu Filho, que vive e reina contigo na unidade do Espírito Santo, Deus, por todos os séculos dos séculos.
R. Amen.

Lectio
Léctio Epístolæ beáti Iacóbi Apóstoli
Iac 1, 22-27
Caríssimi : Estóte factóres verbi, et non auditóres tantum: falléntes vosmetípsos. Quia si quis audítor est verbi et non factor: hic comparábitur viro consideránti vultum nativitátis suæ in spéculo: considerávit enim se et ábiit, et statim oblítus est, qualis fúerit. Qui autem perspéxerit in legem perfectam libertátis et permánserit in ea, non audítor obliviósus factus, sed factor óperis: hic beátus in facto suo erit. Si quis autem putat se religiósum esse, non refrénans linguam suam, sed sedúcens cor suum, huius vana est relígio. Relígio munda et immaculáta apud Deum et Patrem hæc est: Visitáre pupíllos et viduas in tribulatióne eórum, et immaculátum se custodíre ab hoc sǽculo.
R. Deo grátias.


 

Epístola
Leitura da Epístola de São Tiago
Tg 1, 22-27
Caríssimos: Sede cumpridores da palavra e não apenas ouvintes, pois seria enganar-vos a vós mesmos. Quem ouve a palavra e não a cumpre é como alguém que observa o seu rosto num espelho e, depois de observar a própria fisionomia, vai-se embora e logo se esquece como era. Mas aquele que se aplica atentamente a considerar a lei perfeita, que é a lei da liberdade, e nela persevera, sem ser um ouvinte que se esquece, mas que efectivamente a cumpre, esse encontrará a felicidade no seu modo de viver. Se alguém se considera religioso e não refreia a própria língua engana-se a si mesmo e a sua religião é vã. A religião pura e sem mancha, aos olhos de Deus, nosso Pai, consiste em visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e conservar-se limpo do contágio do mundo.
R. Graças a Deus.

Alleluia
Allelúia, allelúia.
V.
Surréxit Christus, et illúxit nobis, quos rédemit sánguine suo. Allelúia.
Ioann. 16, 28
Exívi a Patre, et veni in mundum: íterum relínquo mundum, et vado ad Patrem. Allelúia.

 

Aleluia
Aleluia, aleluia.
V.
Cristo ressuscitou e fez brilhar a sua luz sobre nós, que fomos redimidos pelo seu sangue. Aleluia.
Jo 16, 28
Saí do Pai e vim ao mundo; agora deixo o mundo e vou para o Pai. Aleluia.

Evangelium
Sequéntia sancti Evangélii secúndum Ioánnem
R. Glória tibi, Dómine.
Io 16, 23-30
In illo témpore: Dixit Iesus discípulis suis: Amen, amen, dico vobis: si quid petiéritis Patrem in nómine meo, dabit vobis. Usque modo non petístis quidquam in nómine meo: Pétite, et accipiétis, ut gáudium vestrum sit plenum. Hæc in provérbiis locútus sum vobis. Venit hora, cum iam non in provérbiis loquar vobis, sed palam de Patre annuntiábo vobis. In illo die in nómine meo petétis: et non dico vobis, quia ego rogábo Patrem de vobis: ipse enim Pater amat vos, quia vos me amástis, et credidístis quia ego a Deo exívi. Exívi a Patre et veni in mundum: íterum relínquo mundum et vado ad Patrem. Dicunt ei discípuli eius: Ecce, nunc palam loquéris et provérbium nullum dicis. Nunc scimus, quia scis ómnia et non opus est tibi, ut quis te intérroget: in hoc crédimus, quia a Deo exísti.
R. Laus tibi, Christe.
Credo

 

Evangelho
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
R. Glória a ti, Senhor.
Jo 16, 23-30
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Em verdade, em verdade vos digo: Tudo o que pedirdes ao Pai em meu nome, Ele vo-lo dará. Até agora não pedistes nada em meu nome: pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa. Tenho-vos dito tudo isto em parábolas mas vai chegar a hora em que não vos falarei mais em parábolas: falar-vos-ei claramente do Pai. Nesse dia pedireis em meu nome; e não vos digo que rogarei por vós ao Pai, pois o próprio Pai vos ama, porque vós Me amastes e acreditastes que Eu saí de Deus. Saí de Deus e vim ao mundo. Agora deixo o mundo e vou para o Pai». Disseram os discípulos a Jesus: «De facto agora falas abertamente, sem enigmas. Agora vemos que sabes tudo e não precisas que ninguém Te faça perguntas. Por isso acreditamos que saíste de Deus».
R. Louvor a ti, Cristo.
Credo.

Ant. ad Offertorium
Ps 65, 8-9, 20
Benedícite, gentes, Dóminum, Deum nostrum, et obaudíte vocem laudis eius: qui pósuit ánimam meam ad vitam, et non dedit commovéri pedes meos: benedíctus Dóminus, qui non amóvit deprecatiónem meam et misericórdiam suam a me, allelúia.

 

Ofertório
Salmo 65, 8-9, 20
Bendizei, ó povos, o Senhor, nosso Deus; fazei ressoar a voz do seu louvor. Foi Ele que manteve a nossa alma em vida e não permitiu que os nossos pés resvalassem. Bendito seja o Senhor porque não recusou a minha oração nem a sua misericórdia para comigo, aleluia.

Secreta
Súscipe, Dómine, fidélium preces cum oblatiónibus hostiárum: ut, per hæc piæ devotiónis offícia, ad cæléstem glóriam transeámus.
Per Dóminum nostrum Iesum Christum, Fílium tuum: qui tecum vivit et regnat in unitáte Spíritus Sancti Deus, per ómnia sǽcula sæculórum.
R. Amen.

 

Secreta
Recebe, Senhor, as orações dos fiéis com a oblação destas hóstias, para que, por estes piedosos testemunhos da nossa devoção, alcancemos a glória celeste.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, teu Filho, que vive e reina contigo na unidade do Espírito Santo, Deus, por todos os séculos dos séculos.
R. Amen.

Praefatio paschalis, in qua dicitur: in hoc potíssimum gloriósus praedicáre.
Vere dignum et iustum est, æquum et salutáre: Te quidem, Dómine, omni témpore, sed in hoc potíssimum gloriósius prædicáre, cum Pascha nostrum immolátus est Christus. Ipse enim verus est Agnus, qui ábstulit peccáta mundi. Qui mortem nostram moriéndo destrúxit et vitam resurgéndo reparávit. Et ídeo cum Angelis et Archángelis, cum Thronis et Dominatiónibus cumque omni milítia coeléstis exércitus hymnum glóriæ tuæ cánimus, sine fine dicéntes:

 

Prefácio pascal em que se diz: in hoc potíssimum gloriósus praedicáre.
É verdadeiramente digno e justo, é nosso dever, é nossa salvação dar-te graças, Senhor, sempre, mas com maior solenidade neste tempo, em que Cristo, nossa Páscoa, foi imolado. Na verdade, é Ele o verdadeiro Cordeiro que tirou os pecados do mundo. Que morrendo destruiu a nossa morte e ressuscitando restaurou a nossa vida. Por isso, com os Anjos e Arcanjos, com os Tronos e as Dominações e com toda a milícia do exército celeste, cantamos o hino da tua glória, dizendo sem cessar:

Communio
Ps 95, 2
Cantáte Dómino, allelúia: cantáte Dómino et benedícite nomen eius: bene nuntiáte de die in diem salutáre eius, allelúia, allelúia.   

 

Comunhão
Salmo 95, 2
Cantai ao Senhor, aleluia. Cantai ao Senhor e bendizei o seu nome: anunciai de dia em dia a sua salvação, aleluia, aleluia. 

Postcommunio
Tríbue nobis, Dómine, cæléstis mensæ virtúte satiátis: et desideráre, quæ recta sunt, et desideráta percípere.
Per Dóminum nostrum Iesum Christum, Fílium tuum: qui tecum vivit et regnat in unitáte Spíritus Sancti Deus, per ómnia sǽcula sæculórum.
R. Amen.

 

Pós-comunhão
Concede-nos, Senhor, que, tendo sido saciados pelo banquete celestial, desejemos o que é recto e recebamos o que desejamos.
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, teu Filho, que vive e reina contigo na unidade do Espírito Santo, Deus, por todos os séculos dos séculos.
R. Amen.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Blogs

  •  
  • Notícias

  •  
  • Política e Economia

  •  
  • Religião

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2005
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2004
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2003
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D