Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Super Flumina

Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt

Super Flumina

Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt

Boas e más traduções

Não queria deixar de dar boas-vindas à blogosfera a um colega de tradução, Marco Neves, e ao seu blog Traduzido.

Entres os textos publicados, há um, com título Más traduções, bastante interessante, com o qual estou geralmente de acordo, mas que me suscita também algumas questões. Diz o Marco Neves (destaques meus):
A produção de um texto traduzido tem uma tripla faceta: tem de ser um bom texto (escrito em bom português; mesmo quando o original é mau, pergunto-me?), tem de ser bem traduzido (fiel ao original) e não deve ter aspecto de tradução. A má tradução é uma falha nesses três aspectos: falha na qualidade do texto, falha na tradução, falha na transparência da mesma.
1.º Quando ensinei Técnicas de Tradução no Secundário, a primeira coisa que dizia aos meus alunos é que uma tradução é, antes de mais, um texto e, como tal, tinha que ser tratado. Mas, Marco Neves pergunta se a tradução deve estar em bom português mesmo quando o original é mau. Esta resposta é difícil de dar. Em primeiro lugar, deveríamos interrogar o que "tradução" quer dizer. Dito de modo mais claro, o que entendemos por "tradução". É que o conceito de tradução dos romanos era completamente diferente, por exemplo, daquilo que se entende, geralmente, como tradução. Depois para que fim se faz essa tradução? O objectivo pretendido influencia o método de tradução? Resposta complicada, mas a que voltarei mais tarde.

2.º Como avaliar uma tradução? Que modelo de avaliação utilizaremos? Não podemos andar à cata de erros avulsos e depois proclamar que a tradução é má porque tem não sei quantos erros avulsos. O Marco fala em "fiel ao original". Será este um critério para avaliação de uma tradução? Por um lado, temos o problema de saber o que "fiel" quer dizer. Por outro lado, será que o texto original é sempre relevante? Se acreditarmos, por exemplo, em Hans Vermeer, o texto original não é tido nem achado para o caso. Penso que, nem sempre, a fidelidade ao original é um critério de avaliação de uma tradução. Também aqui, a finalidade da tradução pode ter uma palavra a dizer.

3.º Quanto a não ter um "aspecto de tradução" é também uma discussão muito interessante. Quais são as marcas desse "aspecto de tradução"? Por exemplo, sintácticas? Por exemplo, Lawrence Venuti insurge-se com a excessiva "domesticação" da literatura estrangeira nos Estados Unidos. Ele gostaria de ver nas traduções mais traços que estranhos/estrangeiros que fizessem o leitor americano pensar nas diferenças culturais, por exemplo. Claro que aqui falo da tradução literária. Em muitos outros tipos de tradução, o problema é completamente diferente. Um manual de instruções de uma máquina, por exemplo.

A estes três aspectos que refiro aqui não procurei dar uma resposta, mas apenas levantar mais algumas questões mais sobre o assunto. Tenho, naturalmente, as minhas ideias sobre estes assunto, mas o tempo é pouco para elaborar sobre elas e, sobretudo, o meio, não será o mais adequado (pela extensão que alguns dos pontos teriam).

Todavia, penso que os tradutores devem, cada vez mais, reflectir sobre o seu trabalho. Tal como diz Venuti (que, por acaso, até é um autor em que discordo em muitos aspectos): "Translators, [...], need to develop a theoretical and cultural self-consciousness about the place and function of their work."

Se começarem por aqui, já não será mau e, certamente, haverá menos "más traduções".

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Links

Blogs

  •  
  • Notícias

  •  
  • Política e Economia

  •  
  • Religião

    Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2019
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2018
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2017
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2016
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2015
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2014
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2013
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2012
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2011
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2010
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2009
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D
    157. 2008
    158. J
    159. F
    160. M
    161. A
    162. M
    163. J
    164. J
    165. A
    166. S
    167. O
    168. N
    169. D
    170. 2007
    171. J
    172. F
    173. M
    174. A
    175. M
    176. J
    177. J
    178. A
    179. S
    180. O
    181. N
    182. D
    183. 2006
    184. J
    185. F
    186. M
    187. A
    188. M
    189. J
    190. J
    191. A
    192. S
    193. O
    194. N
    195. D
    196. 2005
    197. J
    198. F
    199. M
    200. A
    201. M
    202. J
    203. J
    204. A
    205. S
    206. O
    207. N
    208. D
    209. 2004
    210. J
    211. F
    212. M
    213. A
    214. M
    215. J
    216. J
    217. A
    218. S
    219. O
    220. N
    221. D
    222. 2003
    223. J
    224. F
    225. M
    226. A
    227. M
    228. J
    229. J
    230. A
    231. S
    232. O
    233. N
    234. D