Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt
.artigos recentes

. Desinformação ou ignorânc...

. Ratisbona, laicidade e la...

. Habemus papam

. Nova picareta falante

. Natal

. Verdadeiramente comovente

. Abutres, tubarões e "cien...

. 519 anos

. Fobias

. Mas que espanto!

.arquivos

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

.Sitemeter
Quarta-feira, 9 de Outubro de 2013
Desinformação ou ignorância?

No telejornal das 20 horas da TF1 (a partir dos 14.36 / Chapitre 8) de 07/10/2013, o apresentador Gilles Bouleau diz o seguinte (destaques meus):

 

Pendant ces inspections, la guerre civile fait toujours rage. Les combats prennent notamment au piège la communauté chrétienne du pays. Les chrétiens, environ 1 million, sont présents en Syrie depuis 1400 ans.

 

Os cristãos existem na Síria há 1400 anos? Onde é que ele foi buscar esta informação? Será que na TF1 não sabem que a Síria está intimamente ligada à disseminação do Cristianismo por toda a Ásia ainda no tempo dos Apóstolos? Que o Patriarcado de Antioquia foi, durante os primeiros séculos da Era Cristã, mais importante do que o de Roma? Que foi em Antioquia que, pela primeira vez, os Evangelhos foram pregados aos gentios (Act 11, 19-26) e que “Foi em Antioquia que, pela primeira vez, os discípulos começaram a ser tratados pelo nome de «cristãos»” (Act 11, 26)?

 

Isto já para não falar já na conversão de Saulo no caminho de Damasco (Act 9, 1-18)

 

Na Síria, Turquia ou Egipto, o Cristianismo antecede o Islão por vários séculos. Não são invasores. Estão lá há quase dois milénios. Mas há jornalistas que não sabem ou fingem não saber.

publicado por Rui Oliveira às 23:11
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 5 de Outubro de 2013
Ratisbona, laicidade e laicismo

O título acima é o título do artigo de opinião de Anselmo Borges de hoje no Diário de Notícias. Um excelente texto que recupera a lição de Ratisbona de Bento XVI, para terminar a falar do grande desafio que o mundo islâmico  tem pela frente (agora que a Primavera árabe se está a transformar num longo Inverno). Os dois últimos parágrafos sintetizam a questão (destaques meus):

 

Ainda nesse ano, Bento XVI visitou a Turquia. No regresso, declarou que o mundo muçulmano se encontra hoje, "com grande urgência", perante uma tarefa semelhante à dos cristãos a partir do Iluminismo e que o Vaticano II levou a bom termo. "É necessário acolher as verdadeiras conquistas do Iluminismo, os direitos humanos e especialmente a liberdade da fé e do seu exercício, reconhecendo neles elementos essenciais também para a autenticidade da religião." Mas, por outro lado, não deixou de prevenir para os perigos do laicismo, que quer retirar a religião do espaço público, cortando a relação com a Transcendência. Não é aceitável "uma ditadura da razão positivista que exclui Deus da vida da comunidade e dos ordenamentos públicos, privando assim o Homem de critérios específicos seus de medida".

 

Por mim, penso que este diálogo, que foi tão difícil para Igreja Católica, o será ainda mais para o mundo islâmico. De facto, enquanto Jesus disse que se deve dar a César o que é de César e a Deus o que é de Deus, mandou Pedro meter a espada na bainha, e os cristãos nunca entenderam a Bíblia como ditado de Deus; o Alcorão, para lá de um livro sagrado, vindo directamente de Deus, é um código civil e penal, e Maomé, para lá de fundador religioso, foi também um líder político e militar.

tags:
publicado por Rui Oliveira às 10:42
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Março de 2013
Habemus papam

Jorge Mario Bergoglio, ou, a partir de agora, Franscico I. 

 

Devo dizer, estou surpreendido.

 

P.S.: O Papa deseja ser conhecido, simplesmente, como Papa Francisco. 

tags:
publicado por Rui Oliveira às 19:18
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 18 de Julho de 2012
Nova picareta falante

D. Januário decidiu botar faladura e, pronto, mais uma vez entrou mosca e saiu asneira. Dizia ele que o "há jogos atrás da cortina, habilidades e corrupção. Este governo é profundamente corrupto nestas atitudes que estamos a assistir". E, já está! Justificar? Qual quê! Se ele disse isto, então deve ser verdade, não?

 

Mais, este bispo socrático (só  pode sr, esteve tão caladinho e bem comportadinho enquanto o "ingenheiro" levava o país à ruína) ainda acha que os ministros actuais são diabinhos que até faziam os ministros de Sócrates eram anjos. Realmente, os ministros do anterior governo deveriam ser anjos, pois não lutavam pelos seus interesses, não pressionavam jornalistas (o sr. bispo ainda acredita no pai-natal, decerto), etc., etc.

 

Uma pessoa com a posição do D. Januário não deve ter estas conversas de café, atirando atoardas (pois se sabe alguma coisa que as denuncie com nomes e não fique pelas insinuações). Quanto as declarações ridículas sobre anjos e demónios, está no direito dele, pois não é por ser bispo que ele não tem direito ao disparate.

 

De qualquer modo, como católico, tenho vergonha deste bispo e não é só pelo que ele disse agora. Há já muito tempo que D. Januário anda a envergonhar a Igreja.

publicado por Rui Oliveira às 19:04
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 25 de Dezembro de 2011
Natal

Muitas vezes e de muitos modos falou Deus antigamente aos nossos pais, pelos Profetas. Nestes dias, que são os últimos, falou-nos por seu Filho, a quem fez herdeiro de todas as coisas e pelo qual também criou o universo. Sendo o Filho esplendor da sua glória e imagem da sua substância, tudo sustenta com a sua palavra poderosa. Depois de ter realizado a purificação dos pecados, sentou-Se à direita da Majestade no alto dos Céus e ficou tanto acima dos Anjos quanto mais sublime que o deles é o nome que recebeu em herança. A qual dos Anjos, com efeito, disse Deus alguma vez: «Tu és meu Filho, Eu hoje Te gerei»? E ainda: «Eu serei para Ele um Pai e Ele será para Mim um Filho»? E de novo, quando introduziu no mundo o seu Primogénito, disse: «Adorem-n’O todos os Anjos de Deus».

(Hebr 1, 1-6)

tags:
publicado por Rui Oliveira às 16:21
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Agosto de 2011
Verdadeiramente comovente

É comovente ver a preocupação com os dinheiros públicos por parte dos manifestantes da marcha antipapa. Tão preocupados que ele estão com o desperdício no erário público. É claro que, em Espanha, não faltam motivos para se manifestar contra o desperdício do dinheiro público, por exemplo, os vários aeroportos fantasmas alegremente construídos nos últimos anos.

 

É claro que os indignados e companhia não querem saber para nada do custo da visita do Papa para o erário público espanhol. A explicação é bem mais simples: é o já velho e habitual jacobinismo e anticlericalismo da esquerda espanhola e afins. Nada de novo, afinal.

publicado por Rui Oliveira às 23:58
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 4 de Janeiro de 2011
Abutres, tubarões e "cientistas" que gostam de teorias das conspirações

Estes sionistas são mesmo tramados; imaginem que já usam abutres para espiar a Arábia Saudita. Quem nos diz tal é o Daily Mirror, que nos informa que:

 

A vulture tagged by scientists at Tel Aviv University has strayed into Saudi Arabian territory, where it was promptly arrested on suspicion of being a Mossad spy, Israeli and Saudi media reported Tuesday.

The bird was found in a rural area of the country wearing a transmitter and a leg bracelet bearing the words 'Tel Aviv University', according to the reports, which surfaced first in the Israeli daily Ma'ariv.

A mesma notícia diz-nos que no Egipto há quem pense que os israelitas treinaram tubarões para prejudicar a indústria do turismo egípcia. Bem, os egípcios até são capazes de ter razão, pois sumidades como o "cientista" social Boaventura Sousa Santos pensam que os sionistas são tão poderosos que até conseguiram que o Assange não publicasse nada que prejudicasse Israel:
Mas o WikiLeaks tem algumas debilidades. Uma que é conhecida é que Israel foi poupado. Toda a gente esperava que, havendo uma libertação de documentos, Israel fosse o país mais embaraçado. Suspeita-se hoje que havia um acordo entre o Julian Assange e o primeiro-ministro israelita. Por vontade de Julian Assange? Porque a Mossad é uma agência de serviços secretos que não olha a meios para destruir os seus inimigos? Nunca saberemos.
É longo o braço do poder sionista, não é? Será que não se fartam destas teorias da conspiração ridículas?
publicado por Rui Oliveira às 23:58
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 2 de Janeiro de 2011
519 anos

A 2 de Janeiro de 1492 o reino de Granada caiu finalmente às mãos do espanhóis. Muito naturalmente, esse dia é festejado em Granada. Também muito naturalmente, a esquerda, associações "anti-racistas" e outros que tais estão contra as comemorações. Também não menos naturalmente a extrema-direita espanhola tenta reclamar para si o evento.

 

Nada de outro mundo, por isso. O engraçado é vermos a esquerda sempre alinha com os islamitas. Estão à espera que estes a poupem quando tiverem o poder. Tenho a impressão que se vão dar mal com a jogada, mas o ódio a sociedade ocidental é tal, que eles aliam-se a quaisquer uns que a queiram destruir.

publicado por Rui Oliveira às 23:50
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 1 de Janeiro de 2011
Fobias

Por terras do Ocidente há muito quem clame que a islamofobia está a aumentar. Facto é que, nem mesmo depois do 11 de Semtembro ou do 11 de Março, os muçulmanos foram alvos de perseguições generalizadas nos países onde os atentados foram cometidos.

 

No entanto, aqueles mesmos que clamam que a islamofobia está a aumentar no Ocidente, estão calados perante a perseguição que os cristãos sofrem em todo o mundo, sobretudo nos países muçulmanos, mas não só (ex. China).

 

Para além dos atentados na Nigéria pelo Natal contras igrejas cristãs, agora no Egipto foram os coptas no Egipto atacados em atentado bombista. É certo que os radicais islamitas não poupam sequer os outros muçulmanos, mas não se pode negar que a situação dos cristãos nos países muçulmanos está a degradar-se cada vez mais, ao contrário do que acontece com a vida dos muçulmanos na Europa.

publicado por Rui Oliveira às 16:42
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Novembro de 2010
Mas que espanto!

Parece que a BBC descobriu que em Inglaterra mais de 5000 crianças aprendem como cortar as mãos a ladrões e outras informações úteis:

Inglaterra: Mais de 5 mil crianças aprendem textos anti-semitas

Um documentário da ‘BBC’ revela que textos árabes com mensagens anti-semitas e homofóbicas estão a ser ensinados em mais de 40 escolas e clubes sauditas a cerca de cinco mil crianças em Inglaterra.

 

Segundo o documentário 'Panorama BBC', os livros afirmam que os judeus foram transformados em porcos e macacos, que a punição para a sodomia é a execução e mostra ainda como cortar as mãos e os pés dos ladrões.

 

O embaixador saudita diz que este tipo de materiais estavaram descontextualizados. Pois, a gente sabe disso.

publicado por Rui Oliveira às 17:40
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. aborto

. ambiente

. anti-semitismo

. blogosfera

. blogs

. ciência

. comentário

. comunicação social

. cultura

. desporto

. diversos

. ecologia

. economia

. educação

. efeméride

. eleições

. ensino

. europa

. frança

. futebol

. futebol portugal

. história

. história de portugal

. idiotas úteis

. internacional

. israel

. justiça

. língua

. literatura

. literatura cultura

. liturgia

. livros

. multiculturalismo

. música

. poesia

. polémicas

. política

. politicamente correcto

. porto

. portugal

. religião

. terrorismo

. tradução

. tradução comentário

. união europeia

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds