Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt
.artigos recentes

. Tempo novo, totalitarismo...

. Golpistas encartados

. Amadorismo

. A habitual arrogância dos...

. Ainda a cópia privada

. Boa notícia...

. Maldito solarengo

. Querida televisão...

. Desinformação ou ignorânc...

. Ratisbona, laicidade e la...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

.Sitemeter
Sábado, 10 de Março de 2007
Bons exemplos
O projecto de digitalização de livros da Google criou e cria ainda grande polémica, sobretudo na Europa, por muitos motivos (desde, por exemplo, problemas de copyright levantados por editores e livreiros até problemas mais políticos, como o facto dos europeus (leia-se, sobretudo, franceses) não quererem que os americanos digitializassem  a "cultura" europeia (com as habituais referências ao domínio da língua inglesa, da cultura ameriacana e visão unilateral do mundo, etc.). Enfim, o blá-blá do costume.

Por meu lado, confesso a minha dependência da Internet para encontrar livros e referências, por vezes, completamente inacessíveis de outro modo, para além do uso habitual das bibliotecas digitais que por aí existem, aliás como se pode ver pela pequena amostra nas hiperligações mencionadas no meu outro blog Humanae Litterae.

Hoje, no suplemento Digital do Público em artigo sem link, informa-nos que o "fundo da biblioteca da Abadia de Montserrat [...] irá ser digitalizado e ficará disponível para os utilizadores do motor de busca do Google (www.google.es/books). Sendo um projecto a longo prazo, prevê-se que dentro de dois anos várias obras estejam já disponíveis para os interessados, quer através do Google, quer da página www.bibliotecademontserrat.net.".

Mas o acordo inclui ainda outra quatro instituições: Biblioteca da Catalunha, Biblioteca Pública Episcopal do Seminário de Barcelona, o Aeneo Barcelonês e o Centro excursionista da Catalunha. Ao todo, 330 mil volumes. O artigo informa ainda que a "sua concretização  significa que estas instituições passarão a ser o segundo parceiro do Google-livros fora do universo anglo-saxónico - o outro é a Universidade Complutense de Madrid.

Mas as declarações ao Digital do padre Damià Rourel, responsável pela biblioteca de Montserrat, são ainda mais interessantes pois ele sublinha a importância de "permitir aos leitores não anglófonos a leitura de livros em outras línguas europeias", como catalão, alemão, castelhano, francês e latim, além do inglês. "Até agora, só as grandes bibliotecas americanas e a de Oxford", no Reino Unido, participavam neste projecto. Os acordos com a Complutense e as cinco bibliotecas catalãs permitem ampliar o universo linguístico.

É bom vermos alguém que tem alguma largueza de vistas, e não esteja somente a arengar contra moinhos de vento, como o domínio da língua inglesa e outras coisas assim.

publicado por Rui Oliveira às 17:02
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. aborto

. ambiente

. anti-semitismo

. blogosfera

. blogs

. ciência

. comentário

. comunicação social

. cultura

. desporto

. diversos

. ecologia

. economia

. educação

. efeméride

. eleições

. ensino

. europa

. frança

. futebol

. futebol portugal

. história

. história de portugal

. idiotas úteis

. internacional

. israel

. justiça

. língua

. literatura

. literatura cultura

. liturgia

. livros

. multiculturalismo

. música

. poesia

. polémicas

. política

. politicamente correcto

. porto

. portugal

. religião

. terrorismo

. tradução

. tradução comentário

. união europeia

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds