Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt
.artigos recentes

. Tempo novo, totalitarismo...

. Golpistas encartados

. Amadorismo

. A habitual arrogância dos...

. Ainda a cópia privada

. Boa notícia...

. Maldito solarengo

. Querida televisão...

. Desinformação ou ignorânc...

. Ratisbona, laicidade e la...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

.Sitemeter
Domingo, 31 de Janeiro de 2010
Comemorações

Hoje, foi festejada a malfada revolta republicana de 31 de Janeiro de 1891 no Porto, no âmbito das comemorações do centenário da república. Sendop eu republicano por princípio, embora não preocupasse muito se vivesse num país com uma monarquia constitucional,a Primeira República é algo que não me diz muito, pois foi uma república feita só para alguns e como um grau de liberdade inferior ao da monarquia constitucional que derrubara (embora a monarquia estivesse muitíssimo fragilizada e, até, desacreditada).

 

Pela minha parte, não festejarei essa república,

publicado por Rui Oliveira às 23:55
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 30 de Janeiro de 2010
Cada tiro, cada melro

No seguimento da falsa afirmação de que os glaciadors dos Himalaias derreteriam até 2035, (meu post anterior), agora o Telegraph vem dizer que a redução do gelo nos Alpes, Andes e África devida ao aquecimento global afirmada pelo relatório de 2007 do IPCC foi baseada num artigo de uma revista e numa tese de mestrado que recolheram opiniões de montanhistas e guias de montanha, mas sem dados científicos.

 

Sinceramente não sei se o gelo está em retracção ou não nas mais altas montanhas do mundo, mas o que se pode concluir daqui é que o IPCC está é mais interessado em fazer política.

publicado por Rui Oliveira às 23:47
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010
Ciência de trazer por casa

Nesta coisa do aquecimento global ou das alterações climáticas, como lhe quiserem chamar, sou naturalmente céptico, embora admita rever a minha opinião se me pudrem provar do contrário. Obviamente, haverá quem diga que a ciência já provou para além das dúvidas que o aquecimento global antropogénico é uma realidade. Peço desculpa, mas discordo. E discordo porque o que vejo é relatórios do IPCC cada vez mais politizados e verdades contadas a metade e um Climategate que, embora não invalide muito do que os cientistas afirmam, demonstra uma vontade de ocultar a verdadeiras verdades incovenientes.

 

E, depois, vêm notícias como esta em que o IPCC vai verificar se a aquela previsão sobre os glaciares do Himalaias derreterem até 2035 é fiável ou não. Esta previsão foi baseada numa entrevista telefónica a um cientista indiano que depois foi retomada num relatório do WWF de 2005, que o IPCC, preguiçosamente, incorporou no seu relatório de 2007 sobre os glaciares, sem se preocupar em seguir o rastro da informação original para verificar se ela tinha alguma base científica, coisa que não tinha, pois o cientista indiano que então disse isso, veio depois dizer que era apenas uma especulação. Tudo isto vem descrito nesta notícia do Times.

 

Isto é verdadeiramente ridículo e afecta, e muito, a credibilidade do IPCC. Isto não é ciência. Como é que não se vai procurar uma afirmação tão espectacular e verificar a sua sustentabilidade científica. Por estas e por outras é que me parece que o IPCC não pode ser levado muito a sério.

 

 

publicado por Rui Oliveira às 23:52
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010
Ainda a Red Bull Air Race

Embora sendo portuense de nascimento e senhorense por residência, nada me preocupou a Red Bull Air Race ter ido para Lisboa, pois a empresa organizadora tem toda a liberdade de querer procurar outras paragens. Quanto à transparência do processo, isso aí é outra coisa, e pela notícias entretanto sabidas, parece-me ue a negociação não foi, particularmente, um sucesso.

 

Digo isto, porque entretanto têm-se sabido alguns pormenores que, a serem verdade, deveriam preocupar os munícipes lisboetas e oeirenses. Primeiro, a notícia de que a câmara de Lisboa e, em menor medida, a de Oeiras, assumiram o risco financeiro se não houver patrocinadores, coisa que não acontecia com o Porto e Gaia, depois, a câmara de Lisboa tem dúvidas quanto à correcta interpretação do contrato, sendo que pode haver o risco de a Red Bull ter o exclusivo da publicidadena área da prova, inviabilizando a angariação de patrocínios, fazendo com que as duas câmaras mais a ATL tenham que pagar os 3,5 milhões de euros.

 

Isto parece uma autêntica trapalhada. Vamos lá ver se não serão os munícipes a pagarem toda esta sede de protagonismo (se calhar pensarem que a Red Bull deixava Porto e Gaia só pelos lindos olhos de Lisboa - parece-me lógico que o que eles queriam era melhorar o contrato).

 

Só mais um pormenor. Sinceramente não compreendo o espanto dos vereadores por o contrato estar em inglês, nem o facto da resolução dos litígios ser em Viena. Se assim está é porque as partes assim o acordaram e são inúmeros os contratos com entidades portugueses que estão noutras línguas e com a resolução de litígios fora de Portugal. Para mim, isso parece-me o menor dos problemas (desde que as pessoas sejam competentes e saibam o questão a fazer e a assinar).

publicado por Rui Oliveira às 23:51
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2010
Casamentos de pessoas do mesmo sexo na Antiguidade

O barbudo Calístrato desposou o robusto Afro

segundo a lei que une uma donzela a um homem.

Acenderam-se tochas, cobriu-se o rosto com o véu,

e nem te faltaram os teus cantos, Talassião.

Fixou-se até o dote. Não te parece, Roma,

que já chega? Esperas, se calhar, que ele até dê à luz?

 

Marcial, Epigramas. Vol. IV, Livro XII, 42, p. 123 (trad. de José Luís Brandão)

publicado por Rui Oliveira às 13:11
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 10 de Janeiro de 2010
Cultura, dizem eles

Li n'A Baixa do Porto que o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerdo terá realizado (estava marcada para as 18 H de hoje) uma sessão pública no Teatro Carlos Alberto para ouvir os agente culturais (primeira dúvida: quem são?) sobre o papel do Estado na Cultura (por que raio o Estado havia de ter um papel na Cultura?).

 

Para além de me parecer que ao convocar os soi-disant agentes culturais a discussão (?) deverá ter ficado reduzida a um circuito fechado, provavelmente ninguém, naqueles que lá terão comparecido, se terá lembrado de Frédéric Bastiat e da sua obra Ce qu'on voit et ce qu'on ne voit pas e o seu ponto IV. Théâtres, Beaux-Arts, sobre o que ele pensava sobre o papel do Estado na Cultura.

 

É sem dúvida uma leitura recomendada. Voltarei ao assunto. 

 

 

publicado por Rui Oliveira às 23:54
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 9 de Janeiro de 2010
Sinecuras

Maria de Lurdes Rodrigues nomeada para presidente da FLAD por Sócrates. Deve ter chegado a presidente por mérito, não?

 

Não já sabemos que quem não tem vergonha, todo o mundo é seu, mas no caso do PS acho que nem é uma questão de vergonha, é que eles ahcam mesmo que têm o direito (divino?) de governar o país como se fosse a quinta deles.

publicado por Rui Oliveira às 23:53
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Janeiro de 2010
Outras minorias

Se vivesse em Portugal o Jacob Zuma, presidente sul-africano, não poderia estar casado com três mulheres ao mesmo tempo. Casou-se hoje pela quinta vez, tendo actualmente três mulheres.

 

Zuma é zulu e segundo as leis da África do Sul a poligamia é permitida nas comunidades tribais.

 

De qualquer modo, os polígamos têm azar em Portugal, estes casamentos não são uma causa fracturante.

publicado por Rui Oliveira às 23:38
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 3 de Janeiro de 2010
Outros entendimentos de multiculturalismo

Por cá (quando digo por cá, digo no Ocidente), gosta muito de se falar de multiculturalismo e diversidade cultural, como se isto fosse, per si, uma coisa boa. Não é boa, nem má em si mesmo, é um facto da vida com o qual temos que conviver e aceitar, sendo que este aceitar não inclui a aceitação de práticas que vão contra os direitos humanos dos indivíduos (como, por exemplo, os crimes de honra). Este aceitar não implica estar com pruridos politicamente correctos, sempre com medo de ofender alguém. O respeito é uma estrada com dois sentidos. Se a assim não for, estamos a falar de cobardia.

 

Mas, por outras paragens, não se dão ao trabalho de gostar dessas coisas modernaças como a diversidade e coisas tais. Assim, na Malásia, onde 60% da população é muçulmana, o próprio governo quer recorrer da decisão de um tribunal superior que decidiu que num jornal da Igreja Católica malaia Deus seja mencionado como Alá.

 

Isto explica-se porque a ideia de um Deus único foi primeira introduzida naquelas paragens por comerciantes árabes. Quando os missionários lá chegaram, foi esta palavra árabe que utilizaram para falar do Deus cristão. Há séculos que é assim que os cristão malaios nomeiam Deus.

 

Mas, com o reforço do Islão político na vida malaia, até isto é agora motivo de protesto, com diversos grupos muçulmanos a reclamarem exclusivamente para os muçulmanos o uso da palavra, com o próprio governo ao lado deles.

 

Vamos ver como isto acaba.

tags:
publicado por Rui Oliveira às 23:52
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 2 de Janeiro de 2010
Feliz Ano Novo em Espanha

Dizia o ditado popular que "de Espanha nem bons ventos, nem bons casamentos". O que agora se pode dizer é que certamente não queremos imitar a receita espanhola para sair da crise. Zapatero deu uma prendinha para o dia de Reis e, assim, segundo esta notícia de ABC, o ano começa em Espanha com mais impostos sobre a poupança e o trabalho e, em Julho, aumento do IVA.

 

Sem dúvida que os espanhóis estão bem contentes com as perspectivas.

publicado por Rui Oliveira às 11:34
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. aborto

. ambiente

. anti-semitismo

. blogosfera

. blogs

. ciência

. comentário

. comunicação social

. cultura

. desporto

. diversos

. ecologia

. economia

. educação

. efeméride

. eleições

. ensino

. europa

. frança

. futebol

. futebol portugal

. história

. história de portugal

. idiotas úteis

. internacional

. israel

. justiça

. língua

. literatura

. literatura cultura

. liturgia

. livros

. multiculturalismo

. música

. poesia

. polémicas

. política

. politicamente correcto

. porto

. portugal

. religião

. terrorismo

. tradução

. tradução comentário

. união europeia

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds