Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt
.artigos recentes

. Tempo novo, totalitarismo...

. Golpistas encartados

. Amadorismo

. A habitual arrogância dos...

. Ainda a cópia privada

. Boa notícia...

. Maldito solarengo

. Querida televisão...

. Desinformação ou ignorânc...

. Ratisbona, laicidade e la...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

.Sitemeter
Quarta-feira, 21 de Janeiro de 2009
Discurso de Obama em português

Ouvi de modo mais ao menos desatento o discurso de Obama e, francamente, não me pareceu nada de especial. Mas, enfim, também sou suspeito, pois para mim o Obama não é nada de especial, pelo que também não espero grande coisa dele.

 

Vi agora que o Público fez e publicou on-line a tradução do discurso do Obama para português. Acho uma excelente iniciativa seja qual for a qualidade do discurso. O único reparo que queria aqui fazer não se relaciona com a qualidade (ou falta dela) da tradução, mas antes a um pequeníssimo pormenor: é que a tradução vem assinada como Público.

 

Ora, o Público não é, que eu saiba, um tradutor (nem sequer há qualquer ferramenta de tradução automática chamada Público), pelo que a tradução foi feita por alguém (tenha sido uma ou mais pessoas não interessa). Assim sendo, seria da mais elementar justiça pôr o nome do tradutor (esteja ele ligado ou não jornal por qualquer tipo de vínculo).

 

A tradução é um trabalho intelectual (para o qual não basta saber línguas - já os antigos sabiam disto) que deve ser reconhecido, pelo menos, com a divulgação do nome do seu autor.

publicado por Rui Oliveira às 01:26
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 20 de Janeiro de 2009
A Era Obama

Chegou já a última época dos oráculos de Cumas.

Renasce de raiz a grande sucessão dos séculos.

Eis que volta já a Virgem, volta o reino de Saturno,

e já do alto dos céus desce uma nova geração.

Favorece, ó casta Lucina, o menino a nascer; com ele cessará

a idade do ferro, e em todo o mundo surgirá desde logo

a de ouro. Reina já o teu caro Apolo.

[...]

Esse menino receberá uma vida divina, e verá entre os deuses

os heróis misturados; ele mesmo será visto por aqueles,

e governará o orbe pacificado pelas paternas virtudes.

Sem ser cultivada, a terra será a primeira a dar-te de prenda,

menino, as coleantes heras no meio do bácaro,

derramando a colocásia à mistura com o ridente acanto.

Por si mesmas, as cabras virão trazer a casa

os úberos tensos de leite, e aos leõe enormes não temerão os rebanhos.

[...]

O solo não sofrerá com o arado, nem a videira com a podoa;

o lavrador robusto desligará também o jugo aos touros,

e a lã não aprenderá a falsidade da mudança de cor,

mas por si mesmo o carneiro nos prados transformará o seu velo,

ora com uma púrpura delicada, ora com o açafrão.

[...]

Olha o mundo a oscilar na abóbada celeste,

as terras, a extensão do mar, a profundeza do céu.

Olha como tudo se compraz com o século vindouro!

 

Virgílio, Bucólicas (IV 4-10, 15-22, 40-44, 50-52), trad. Maria Helena da Rocha Pereira

publicado por Rui Oliveira às 01:18
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Janeiro de 2009
Pacifista, mas não idiota (útil)

Curiosa esta notícia do The Times of India, em que o Dalai Lama diz algo que me parece ser de senso comum: que a não violência não serve para combater o terrorismo (destaques meus):

 

"It is difficult to deal with terrorism through non-violence," the Tibetan spiritual leader said delivering the Madhavrao Scindia Memorial Lecture here.

He also termed terrorism as the worst kind of violence which is not carried by a few mad people but by those who are very brilliant and educated.

"They (terrorists) are very brilliant and educated...but a strong ill feeling is bred in them. Their minds are closed," the Dalai Lama said.

 

E ainda teve tempo para dizer que a prevenção é a única hipótese e que teve, desde o início, uma grande empatia com George W. Bush.

publicado por Rui Oliveira às 11:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009
Falar claro

A RTP-N está a dar hoje de manha muito destaque às declarações de D. José Policarpo, quando este alertou as jovens portuguesas para os problemas que ocorrem se casarem com um muçulmano.

 

Depois de lidas as notícias do jornal e ouvidas as declarações que passaram na televisão, não estou a ver onde está o escândalo. Será que o Senhor Cardeal Patricarca disse alguma mentira? Não me parece.

 

Deste modo, só posso saudar D. José Policarpo por não se intimidar com considerações de politicamente correctas e dizer exacta e claramente aquilo que pensa.

publicado por Rui Oliveira às 10:03
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 7 de Janeiro de 2009
Problema mal resolvido

O Vaticano tem um problema com Israel, parece que só a contragosto reconhece Israel como um país com direito a existir. Esta relação problemática entre o Vaticano e Israel não é de agora, nem exclusivo deste papa, como se pode ver por este artigo de Sandro Magister, em WWW.Chiesa, em que é feita uma análise à visão da Igreja em relação a Israel. Como aí se escreve (destaques meus):

 

Di certo le autorità della Chiesa cattolica non difendono l’esistenza di Israele – che i suoi nemici vogliono annientare ed è la vera, ultima posta in gioco del conflitto – con la stessa esplicita, fortissima determinazione con cui alzano la voce in difesa dei principi “innegoziabili” riguardanti la vita umana.

Lo si è visto nei giorni scorsi. Le autorità della Chiesa e lo stesso Benedetto XVI hanno levato la loro voce di condanna contro "la massiccia violenza scoppiata nella striscia di Gaza in risposta ad altra violenza" solo dopo che Israele ha iniziato a bombardare in quel territorio le postazioni del movimento terroristico Hamas. Non prima. Non quando Hamas consolidava il suo dominio feroce su Gaza, massacrava i musulmani fedeli al presidente Abu Mazen, umiliava le minuscole comunità cristiane, lanciava ogni giorno missili contro le popolazioni israeliane dell'area circostante.

Nei confronti di Hamas e della sua ostentata "missione" di cancellare lo stato ebraico dalla faccia della terra, di Hamas come avamposto delle mire egemoniche dell'Iran nel Vicino Oriente, di Hamas come alleato di Hezbollah e della Siria, le autorità vaticane non hanno mai acceso l'allarme rosso. Non hanno mai mostrato di giudicare Hamas un rischio mortale per Israele, un ostacolo alla nascita di uno stato palestinese, oltre che un incubo per i regimi arabi dell'area, dall'Egitto alla Giordania all'Arabia Saudita.

 

E, para melhorar, ou seja, piorar, as coisas há na Igreja quem partilha a ideia de que a existência de Israel é provisória (destaques meus):

 

"L'amara realtà è che, nella regione mediorientale, la presenza di Israele è ritenuta 'provvisoria', e la garanzia della sopravvivenza dello stato ebraico è riposta – per quanto sia amaro dirlo – nella sua superiorità militare".

Il problema è che la "provvisorietà" dello stato di Israele è pensiero condiviso da una parte significativa della Chiesa cattolica. Ed è questo pensiero a influire sulla politica vaticana nel Vicino Oriente, a bloccarla su vecchie opzioni prive di efficacia e a impedirle di afferrare le novità che pur sono divenute evidenti in questi giorni, tra le quali la crescente, fortissima avversione ad Hamas dei principali regimi arabi e degli stessi palestinesi dei Territori, oggettivamente più vicini oggi alle ragioni di Israele di quanto non lo sia il Vaticano.

 

Por tudo isso, não surpreendem as palavras do cardeal Renato Martino ao dizer que a Faixa de Gaza se assemelha a um campo de concentração são o reflexo desse problema do Vaticano. É lógico que é uma comparação perfeita e completamente estúpida, mas está dentro da tradição vaticana quando se trata de Israel.

 

Seria bom que o Vaticano ulrapassasse este complexo em relação a Israel e que deixasse de considerar que, sempre que há um conflito, os palestinianos são sempre vítimas e os israelitas sempre os agressores.

publicado por Rui Oliveira às 23:55
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Terça-feira, 6 de Janeiro de 2009
Paz para já impossível

Há que ser claro no actual conflito do Médio Oriente e saber de que lado se está. Por mim, nunca tive dúvidas que, neste conflito, a razão está do lado do Israel. Nenhum país do mundo pode ser atingido por mais de 7000 rockets nos últimos 8 anos sem nada fazer para proteger a sua população.

 

O Hamas, relembre-se, quer destruir o estado de Israel, aliás, está tão interessado nesse objectivo que não se importa de sacrificar a sua população civil. Sim, porque se há um elevado número de vítimas civis é porque o Hamas se esconde entre ela, colocando-a numa situação impossível, pois é usada como escudo humano.

 

Não sei se Israel conseguirá os seus objectivos com esta operação, mas certo é que eu não estou a ver como é que se chega a um acordo de paz com uma organização que apenas quer a destruição do adversário, nem que para isso sacrifique a sua própria população.

 

E o mais sinistro é que o Hamas espera capitalizar ganhos políticos sobre o sangue dos seus compatriotas.

publicado por Rui Oliveira às 16:59
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 4 de Janeiro de 2009
Primeiros

O FCP é primeiro, lugar que já nos habituou. É agora é esperar que o aguente até ao fim do campeonato. Já gosto mais assim deste tabela classificativa.

publicado por Rui Oliveira às 23:53
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Janeiro de 2009
Pouco a pouco

...lá se vai fazendo o caminho para termos documentos raros acessíveis. A biblioteca digital Luís de Camões vai disponibilizar 1200 documentos dos últimos 5 séculos, sem restrições, já a partir de 8 de Janeiro.

 

Gosto particularmente desta oportunidade que a Internet me dá de consultar e descarregar documentos que de outro modo nunca alcançaria. Portugal ainda está um pouco atrasado, mas começamos a ter já alguma coisa neste campo.

 

Por isso, não poderia deixar de manifestar o meu contentamento pelo facto. 1200 documentos não é muito, mas já não é nada mau.

tags:
publicado por Rui Oliveira às 23:58
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 1 de Janeiro de 2009
Ilusões...

Cavaco diz que as ilusões se pagam caro. Verdade absoluta. Vamos é ver se os portugueses percebem isso nas próximas eleições, mas temo que não.

publicado por Rui Oliveira às 23:35
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. aborto

. ambiente

. anti-semitismo

. blogosfera

. blogs

. ciência

. comentário

. comunicação social

. cultura

. desporto

. diversos

. ecologia

. economia

. educação

. efeméride

. eleições

. ensino

. europa

. frança

. futebol

. futebol portugal

. história

. história de portugal

. idiotas úteis

. internacional

. israel

. justiça

. língua

. literatura

. literatura cultura

. liturgia

. livros

. multiculturalismo

. música

. poesia

. polémicas

. política

. politicamente correcto

. porto

. portugal

. religião

. terrorismo

. tradução

. tradução comentário

. união europeia

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds