Liberae sunt enim nostrae cogitationes - Cícero (Mil. 29 - 79) . Um blog de Rui Oliveira superflumina@sapo.pt
.artigos recentes

. Tempo novo, totalitarismo...

. Golpistas encartados

. Amadorismo

. A habitual arrogância dos...

. Ainda a cópia privada

. Boa notícia...

. Maldito solarengo

. Querida televisão...

. Desinformação ou ignorânc...

. Ratisbona, laicidade e la...

.arquivos

. Janeiro 2016

. Novembro 2015

. Agosto 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

.Sitemeter
Quarta-feira, 30 de Abril de 2008
Passos Coelho
Para saber mais sobre esta candidatura, ver

o blog de apoio, O futuro é agora

e

o sítio oficial da candidatura

Já agora, eu vou votar em Passos Coelho. Espero ter tempo para explicar a minha opção.
publicado por Rui Oliveira às 23:53
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 28 de Abril de 2008
De regresso
Mês complicado este de Abril, com muito trabalho e pouco tempo para a blogosfera. No entanto, parece-me que vous ter algum tempo para poder escrever um pouco aqui.

É que em Abril não faltaram acontecimentos para comentar, como, por exemplo, a situação do PSD. E, penso, que será mesmo por aí que vou começar amanhã.
tags:
publicado por Rui Oliveira às 23:46
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Abril de 2008
A cobardia do Ocidente
Recomendo a leitura do excelente artigo no Spiegel Online: Geert Wilders Is Not Right-Wing Populist de Henryk M. Broder (destaques meus):

Dutch politician Geert Wilders may be many things, but he is not the right-wing populist he is accused of being. What the debate over his film "Fitna" reveals most clearly is the West's cowardice toward Islam.

There's a key for every lock, just as there's a perfectly fitting label for everyone who refuses to fit in. At the moment, the term "right-wing populist" is hot. Everyone and his brother is calling Dutch parliamentarian Geert Wilders by that name at the moment, but hardly any commentators or reporters have taken the time to explain what a "right-wing populist" actually is. And what distinguishes it from other political standpoints like, for instance, "left-wing populists."

[...]

The label "right-wing populist" resonates negatively today the same way that "communist" did in the '50s and '60s, "fascist" did in the '70s and '80s and "climate change denier" does today. It saves the speaker from having to engage with the actual content of the argument and makes the bearer of the term solely responsible for the consequences of his or her actions.

Recomendo a leitura do resto.
publicado por Rui Oliveira às 08:45
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 1 de Abril de 2008
A imigração é benéfica?
Sempre que ouvimos falar de imigração, é costume dizerem-nos que ela é benéfica, vem desenvolver o país, etc. No entanto, hoje, das ilhas britânicas chegam-nos uma notícia diferente.

Assim, no Reino Unido, onde o fenómeno tem dimensões que não tem em Portugal, devido à política aberta de imigração dos governos trabalhistas, saiu hoje um relatório redigido por uma comissão da Câmara dos Lordes, que, segundo o resumo feito pelo The Telegraph, conclui que o Reino Unido não beneficiou com esta imigração maciça:
The number of immigrants entering Britain should be capped, an influential House of Lords committee has warned.

Its analysis concludes that record levels of immigration are bringing no economic benefit to the country.
Segundo a notícia, as conclusões do relatório são as seguintes:
- There is little or no economic benefit to Britain from the present high level of immigration. The immigrants are not needed to fill labour shortages or help fund the state pension for retiring Britons.

 

- High levels of immigration threaten to price millions of Britons out of the housing market over the next 20 years.


- Government statistics on immigration are "seriously inadequate" and compromise the ability accurately to set interest rates and allocate £100 billion in public funding.


- Certain groups, including the low-paid, some ethnic minorities and young people seeking to get on the jobs ladder may suffer because of competition from immigrants.


- Immigrants have an "important economic impact" on public services with some schools struggling to cope with the rapidly-rising number of children who do not speak English as a first language.


[...]

Lord Wakeham said: "The argument put forward by the Government that large-scale net immigration brings significant economic benefits for the UK is unconvincing. We have found no evidence to support their position."
O relatório completo pode ser encontrado aqui.

Será que, na Grã-Bretanha, vão, a partir deste relatório, conseguir fazer uma discussão séria sobre a imigração.  É que, em redor deste assunto, há demasiados mitos.
publicado por Rui Oliveira às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Janeiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. aborto

. ambiente

. anti-semitismo

. blogosfera

. blogs

. ciência

. comentário

. comunicação social

. cultura

. desporto

. diversos

. ecologia

. economia

. educação

. efeméride

. eleições

. ensino

. europa

. frança

. futebol

. futebol portugal

. história

. história de portugal

. idiotas úteis

. internacional

. israel

. justiça

. língua

. literatura

. literatura cultura

. liturgia

. livros

. multiculturalismo

. música

. poesia

. polémicas

. política

. politicamente correcto

. porto

. portugal

. religião

. terrorismo

. tradução

. tradução comentário

. união europeia

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds